Saúde e Bem-estar

Cancro da mama: especialistas reforçam importância do diagnóstico precoce

Andreia Melo

Andreia Melo

Jornalista

Doença afeta mais de 6 mil portugueses por ano.

O cancro da mama é dos que tem maior taxa de sobrevivência. Muitos tumores são hereditários e o gene pode ser descoberto ainda antes de se tornar maligno.

Mas no Dia Nacional da Luta Contra o Cancro da Mama, a mensagem dos especialistas continua a ser a de sempre: o diagnóstico precoce é fundamental.

Em Portugal, o cancro da mama afeta, por ano, cerca de seis mil pessoas e mata mais de 1.700.