Grande Reportagem SIC

A Porta da Baía

Macau em cantonês diz-se Ou Mun o que, traduzido à letra, significa porta da baía. Um pequeno território, no sul da China, que esteve sob administração de Portugal durante quase 500 anos e que passou para a soberania chinesa há 20. No dia 20 de dezembro de 1999 chegava ao fim a governação portuguesa. O território é hoje uma Região Administrativa Especial da China, onde vigora o plano de reunificação defendido por Deng Xiaoping - Um país dois sistemas.

A liberalização do jogo tornou Macau na capital mundial do jogo com receitas que ultrapassam Las Vegas.

Macau continua a viver num regime excecional que vai durar mais 3 décadas e que garante, por enquanto, um elevado grau de autonomia.

O futuro de Macau passa pela integração no projeto chinês da Grande Baía que envolve outras nove cidades da província de Guandong.

Entretanto, a comunidade local está preocupada com as manifestações em Hong Kong e com o impacto que a contestação possa vir a ter na estabilidade económica de Macau.

No mais recente relatório o FMI, Fundo Monetário Internacional, projeta uma contração para 2019, já que as receitas do jogo são afetadas negativamente pelo crescimento lento da China. Além disso, a incerteza criada pelo fim das licenças de jogo em 2022 terá que ser resolvida para que o investimento recupere.

Ainda assim, o Governo central continua a apregoar que encara Macau como uma ponte estratégica para estreitar relações com os países de língua portuguesa : Uma Porta da Baía aberta para o mundo.

"A Porta da Baía" é uma Grande Reportagem para ver, dia 19 de dezembro, no Jornal da Noite da SIC.

Jornalista - Patrícia Mouzinho
Repórter de Imagem - Rui do Ó
Edição de Imagem - Rui Félix
Grafismo - Renato Mendonça
Produção - Diana Matias
Colorista - Rui Branquinho
Pós-produção áudio - Octaviano Rodrigues
Coordenação - Amélia Moura Ramos
Direção - Ricardo Costa