Reportagem Especial

Ano Novo Precisa-se

ver episódio completo

Frederico Pinto

Frederico Pinto

Repórter de Imagem

As empresas que costumavam dar vida ao fim de ano, entram em 2021 paradas e sem trabalho.

Pensar na noite de fim de ano é pensar na euforia, na alegria dos desejos, no brilho do fogo de artifício. Mas, este ano, a pandemia vai impedir que os tradicionais festejos aconteçam. Muitas empresas vão ficar paradas.

As ideias de 2020 ficaram, em muitos casos, guardadas numa caixa. Na reta final deste ano marcado pela pandemia, muitos dos planos acabaram alterados ou cancelados.

Quintas de eventos, catering, pirotecnia ou músicos passam este ano uma noite que costuma ser das mais movimentada do ano sem festas, sem alegria e sem trabalho.

  • O bicho homem em quatro episódios

    Opinião

    Gostava muito de partilhar o otimismo de Attenborough e de Bregman. Mas depois há episódios como o da Superliga. Ou o das vacinas concentradas no hemisfério Norte. E a esperança esvai-se. Como as superfícies geladas do Ártico no verão.

    Cristina Figueiredo