Reportagem Especial

"Todos somos estranhos até percebermos que é normal"

Humberto Candeias

Humberto Candeias

Repórter de Imagem

Rui Félix

Rui Félix

Editor de Imagem

Cláudia Araújo

Cláudia Araújo

Produção Editorial

A perturbação obsessivo-compulsiva é uma doença que afeta quatro em cada 100 portugueses, mas continua a ser vivida em segredo.

A pandemia trouxe a ansiedade e o medo da contaminação para a população em geral. O desinfetar as mãos e os gestos retidos compulsivamente que até aqui eram vistos como algo estranho ou patológico, passaram a ser considerados “normais”. Mas há pessoas que viviam com estes receios e ansiedades antes da Covid-19.

A perturbação obsessivo-compulsiva (POC) é uma doença que, na forma grave, afeta quatro em cada 100 portugueses. Mas falar de saúde mental continua a significar uma batalha contra o estigma.

A Reportagem Especial “Todos somos estranhos até percebermos que é normal” leva-o a conhecer a como é viver com medos, ansiedades e angústias, mesmo antes da pandemia aparecer.

  • Marcelo Rebelo de Sousa: aprender a perder para depois ganhar o país

    Presidenciais

    Marcelo Rebelo de Sousa foi um predestinado. Nasceu e cresceu à boleia da ditadura, mas a sua luta foi pela democracia. Parecia não alimentar a vontade de alcançar altos cargos políticos e chegou mesmo a invocar o nome de Deus em vão: "Nem que Cristo desça à Terra!", dizia Marcelo. Declarou também que dez anos como Presidente da República era muito tempo. Mas ei-lo de novo a contrariar-se e a seguir o caminho que já lhe vinha a ser apontado.

    Ana Luísa Monteiro

  • Obrigado!

    Desafios da Mente

    As pessoas que sentem mais gratidão apreciam, de forma mais geral, os aspetos positivos em si e no mundo. Este fator confere um papel-chave à gratidão na determinação da saúde mental, uma vez que a depressão traz uma visão negativa sobre o próprio, o mundo e o futuro. Pelo contrário, a gratidão pode formar uma tríade positiva que compreende visões positivas sobre o próprio, o mundo e o futuro (otimismo).