Reportagem Especial

Guiné-Bissau: A Casa dos Direitos

Hoje no Jornal da Noite

Uma reportagem sobre a mais terrível prisão da capital guineense que a sociedade civil transformou numa casa de Direitos Humanos. Para ver quarta-feira no Jornal da Noite da SIC.

Marcada por décadas de instabilidade política, corrupção e golpes de estado, a Guiné Bissau é o quinto país mais pobre do mundo. Perante a fragilidade do estado, a sociedade civil guineense assume um papel ativo e tenta dar resposta às carências generalizadas.

Em 2011 um grupo de organizações não governamentais conseguiu fechar uma prisão degradante na capital e transformou-a numa Casa de Direitos. A SIC esteve em Bissau a acompanhar as últimas eleições e registou uma iniciativa que é um sinal de vitalidade da sociedade civil do país.

Licenciado em Ciência Política e Relações Internacionais, Arcesso Ampadjibua trabalha como segurança num edifício em construção. Entre pagar um quarto ou os estudos, escolheu a segunda opção e dorme na obra.

Com o que ganha como segurança e servente, o jovem desempregado inscreveu-se num curso de Francês - língua que ganha terreno ao Portugês na Guiné Bissau. Aos 29 anos, Arcesso quer acreditar que este último ciclo eleitoral vai trazer ao país a tão aguardada estabilidade política.

A SIC viajou a convite da ACEP - Associação para a Cooperação Entre os Povos, e do Centro de Estudos Internacionais do ISCTE, no âmbito do projeto "As ONG no Desenvolvimento e na Cidadania", financiado pelo Camões – Instituto da Cooperação e da Língua.