Contas Poupança

As 10 reportagens mais vistas do Contas-Poupança

A 11 de junho de 2011 foi para o ar a primeira reportagem do Contas-Poupança. Passámos em revista os últimos 10 anos para descobrir quais foram as histórias que chegaram a mais pessoas.

Jose Manuel Ribeiro

Tivemos de recuar oito anos para encontrar a reportagem mais vista. Alertava para a importância de prestar atenção aos extratos bancários e às despesas pequenas que aparecem nos talões de multibanco. Pode revê-la aqui.

Também em 2013 demos-lhe sugestões para conseguir algum dinheiro extra. Algumas muito improváreis, como, por exemplo, provar comida. Abriu-lhe o apetite?

De três em três meses os preços da eletricidade e do gás são revistos no mercado regulado. Foi definido assim para incentivar os consumidores a saírem para o mercado livre. Mas a dada altura, em 2013, os preços eram exatamente iguais nos dois mercados. Explicámos-lhe porquê.

Dizemos várias vezes o quão importante é pedir fatura com número de contribuinte. Nesta reportagem falámos de alguns benefícios a que só pode ter acesso se pedir fatura com NIF.

Um pequeno acidente no trânsito ou uma avaria no carro pode estragar o orçamento de vários meses. Comprar peças em segunda mão é uma alternativa para gastar menos dinheiro em reparações. Em muitos casos pode compensar.

Sabia que pode ter descontos nas telecomunicações se tiver uma incapacidade? Nesta reportagem explicámos-lhe o que tem de fazer para usufruir desse benefício.

Em tempos de pandemia, as moratórias foram e continuam a ser um balão de oxigénio para muitas famílias e empresas. Algumas já terminaram, outras estão prestes a terminar. Fomos à procura de soluções para quem continua aflito financeiramente.

Uma reportagem dedicada ao mundo dos descontos. Centenas de milhares de portugueses já usam sites de compras coletivas. São páginas na internet onde podem encontrar restaurantes, cabeleireiros, massagens, hotéis, cinema ou teatro com descontos que podem chegar aos 70% ou mais.

Uma das reportagens mais vistas do Contas-Poupança é sobre as mais valias. Muitos portugueses vendem uma casa e acham que fizeram um bom negócio. O problema é que no ano seguinte são surpreendidos por um imposto para pagar de dezenas de milhares de euros, por causa das mais valias. Saiba como se pode prevenir e o que tem de fazer para pagar menos.

Mais uma vez, as moratórias. Centenas de milhares de portugueses aderiram às moratórias do crédito à habitação, ou seja, até setembro não pagam nada ou só pagam os juros. Fomos fazer contas para saber quanto é que vai passar a pagar a mais a partir de outubro, quando recomeçarem as prestações ao banco.

Continue a acompanhar o Contas-Poupança. Continuamos a contar consigo.

Boas poupanças!

Veja também: