País

Assistentes sociais aguardam criação de ordem profissional desde 2019

Ordem dos assitentes sociais já teve luz verde para avançar em setembro de 2019, mas continua sem sair do papel.

Desde setembro de 2019 que os assistentes sociais aguardam pela criação de uma ordem. A atrasar o processo estão três documentos que continuam nas mãos do Governo para aprovação.

Em Portugal estima-se que haja entre 16.000 a 20.000 assistentes sociais, que trabalham nas mais variadas áreas. Os profisisonais acreditam que a criação de uma ordem vai trazer muitas vantagens.

À SIC, fonte do Ministério do Trabalho e da Segurança Social afirma que a pandemia prejudicou o andamento dos trabalhos. Mas o processo está a seguir os trâmites legislativos do Governo e que não existe impasse, estando o processo em fase de conclusão.