País

Proteção Civil alerta para "cocktail meteorológico" de risco

Pedro Carpinteiro

Pedro Carpinteiro

Repórter de Imagem

Em causa estão as temperaturas máximas, que vão chegar aos 40 graus.

O alerta foi deixado pelo Adjunto de Operações Nacional da ANEPC, Pedro Nunes: "Em tempo quente, seco com vento e com uma variável que não ocorre muitas vezes. O que o IPMA nos transmitiu é que é muito provável que possam ocorrer trovoadas no território nacional, fruto da instabilidade atmosférica que está prevista quer durante a tarde de hoje, bem como do dia de amanhã."

Por causa das elevadas temperaturas, mais de 80 concelhos dos distritos de Braga, Porto, Viseu, Vila Real, Bragança, Guarda, Coimbra, Castelo Branco, Santarém, Portalegre e Faro apresentam um risco máximo de incêndio.

Em causa está a subida da temperatura máxima. Por isso mesmo, a Proteção Civil deixa conselhos à população: "Temos aqui um cocktail meteorológico que em nada vai favorecer, ou em nada favorece, as forças de combate que estão no terreno. Nos próximos dois dias, eu diria até quarta, quinta-feira, tolerância zero ao uso do fogo", refere o Adjunto de Operações Nacional da ANEPC.

Na sexta-feira, as temperaturas devem voltar a baixar e nessa altura já será possível retomar as atividades.