País

Relatório IGAI. Aumentaram 12% as queixas contra forças de segurança entre 2019 e 2020.

Metade das denúncias são contra agentes da PSP, mas a Associação Sindical dos Profissionais da Polícia explica que a maioria das ocorrências acontece nas cidades, área territorial da responsabilidade da PSP.

As denúncias e certidões judiciais subiram de 950 em 2019 para 1073 em 2020, mais 123 num ano. De acordo com o relatório da Inspeção Geral da Administração Interna (IGAI), aumentaram também os números de processos instaurados, de 91 para 124. Em metade das queixas, o alvo é a PSP.

Em 2020, a IGAI aplicou oito sanções disciplinares, um número ligeiramente superior, ao dos últimos anos. A violação de deveres de conduta e de ofensas à integridade física representam a maioria das queixas.

Há ainda o registo de 14 reclamações contra 12 agentes da PSP por práticas discriminatórias.

O relatório refere ainda que, no ano passado, a IGAI recebeu três denuncias por mortes. No entanto, todas foram arquivadas.

A Inspeção Geral de Administração Interna é considerada a polícia das polícias e tem a missão de monitorizar as forças de segurança nacionais.