País

Trabalhadores que queiram estudar vão receber salários pagos pelo Estado

A licença para estudar vai ser financiada por fundos europeus.

O salário de trabalhadores que queiram estudar deverá passar a ser pago pelo Estado. A licença será financiada por fundos europeus e a medida terá um período experimental de 180 dias.

Os trabalhadores que queiram melhorar as qualificações e voltar a estudar podem fazê-lo sem custos para a empresa.

A medida, avançada pelo Expresso, consta do programa eleitoral do PS e previa a possibilidade de substituir os trabalhadores enquanto estes estiverem a estudar.

Para a CGTP, que esta semana não assinou o acordo para a formação profissional, com um orçamento de 5,5 milhões de euros. a medidanão passa de uma declaração de intenções

O acordo foi desbloqueado na concertação, com a promessa do primeiro-ministro de não reduzir o período experimental de 180 dias.

Veja também: