País

Partidos acusam Governo de se demitir do problema dos imigrantes em Odemira

PAN convocou um debate de urgência no Parlamento sobre a situação dos imigrantes em Odemira.

Os partidos acusam o Governo de se demitir do problema e afirmam que a situação é antiga.

O PSD acusa o Governo de falhar. Mas o PCP diz que o PSD e o PS não se podem "fingir de surpreendidos" com a situação e também Os Verdes consideram que o PSD fala como se não tivesse responsabilidade no assunto.

Bloco de Esquerda considera que o "país andava distraído", e que isto poderá ser só a "ponta do iceberg do que se passa no Ribatejo". Para o PS é um "caso de polícia" e terá de se agir "sem contemplações". O CDS diz que é o "maior ataque à propriedade privada no Alentejo desde 1975".

A Iniciativa Liberal põe em causa a validade do ministro da Administração Interna e o Chega pede mesmo a demissão.

Para o PAN, que convocou este debate de urgência, a situação em que estão estes imigrantes contribui para uma "verdadeira segregação". E pede explicações sobre as políticas de integração usadas.

O Governo diz que o cordão sanitário imposto "está a produzir efeitos". Odemira tem agora menos 50% dos casos de infeção ativos, diz Eduardo Cabrita.

  • 8:23