País

Polícia nega ter multado idoso que se sentou para descansar

Facebook - Porto. O lado abandonado da cidade

A fotografia tirada no Porto tornou-se viral nas redes sociais.

A fotografia mostra um idoso sentado num banco de jardim, por cima das fitas que impedem a utilização destes equipamentos. Ao lado, surge um polícia que, segundo a descrição da imagem, autuou o idoso. A publicação rapidamente se tornou viral nas redes sociais.

“Aqui está uma pessoa idosa que vai buscar comida a uma cantina social, não se consegue mover sem descansar um bocado para continuar a caminhar com uma bengala, foi autuado em 200 euros pela polícia”, pode ler-se na publicação que acrescenta ainda que o idoso “vive num quarto e recebe uma reforma de 200 euros”.

A informação divulgada em conjunto com a fotografia foi negada pela Polícia de Segurança Pública (PSP). Em comunicado, as forças de autoridade confirma que o incidente aconteceu no dia 3 de março, mas nega que o idoso tenha sido autuado.

A PSP explica que encontrou três cidadãos à conversa, não cumprindo as medidas de distanciamento. Dois deles estavam sem máscara e o idoso encontrava-se sentado no banco, com a máscara no queixo.

“O cidadão mais idoso, após a advertência dos polícias, de imediato colocou a máscara de forma correta e justificou o uso do banco pelo estado de cansaço em que se encontrava, pelo que necessitava de um momento de pausa. Perante este cenário, os polícias, e bem, ofereceram apoio e não registaram qualquer autuação, o que foi motivo de agradecimento pelo cidadão”, pode ler-se num comunicado.

Os dois cidadãos que não tinham máscara foram multados por não cumprirem as medidas em vigor. A PSP explica ainda que o autor da fotografia partilhada foi um dos dois cidadãos que foram autuados e que este “deturpa claramente o que ocorreu”.