País

Tragédia de Entre-os-Rios. Vítimas são lembradas com flores e cerimónia religiosa

Foi a 4 de março de 2001 que morreram 59 pessoas na queda da ponte de Entre-os-Rios.

A tragédia de Entre-os-Rios foi há 20 anos. A queda do tabuleiro da ponte Hintze Ribeiro fez 59 mortos. Os familiares prestaram homenagem às vítimas com uma celebração religiosa e o lançamento de dezenas de flores ao rio Douro.

O ritual repete-se todos os anos: caminham lado a lado num percurso feito de silêncios e marcado por uma dor maior. A cada 4 de março, Maria e Manuel lançam flores ao rio Douro para recordar o filho e as outras três pessoas que perderam naquela noite.

Todos os anos participam nas cerimónias que assinalam mais um aniversário. Este ano, devido à pandemia, foram dos poucos que puderam entrar na igreja da freguesia de Raiva para assistirem à missa. A cerimónia foi transmitida online.

A ferida do colapso da ponte Hintze Ribeiro continua aberta. Um autocarro e três viaturas ligeiras foram atiradas ao rio, causando a morte a 59 pessoas.