País

Presidência retira classificação de "secreto" ao Relatório das Sevícias 

Documento conclui a existência de atropelos à lei. 

A Presidência da República retirou a classificação de secreto ao "Relatório das Sevícias".

O documento analisou os acontecimentos entre o 25 de abril de 1974 e o 25 de novembro de 1975 e concluiu que existiram casos de tortura, prisões arbitrárias e mandados de captura passados em branco.

O livro esteve 45 anos catalogado como secreto no Arquivo da Presidência. Marcelo Rebelo de Sousa soube e deixou cair o selo, o que permitiu desvendar um pouco mais sobre o processo revolucionário em curso.

Ao longo das 144 páginas, o relatório criado por quatro militares e quatro civis conclui a existência de práticas condenáveis, atropelos às leis e desvios a um Estado democrático.

  • O bicho homem em quatro episódios

    Opinião

    Gostava muito de partilhar o otimismo de Attenborough e de Bregman. Mas depois há episódios como o da Superliga. Ou o das vacinas concentradas no hemisfério Norte. E a esperança esvai-se. Como as superfícies geladas do Ártico no verão.

    Cristina Figueiredo