País

Funerárias no limite com aumento de mortes. Há cremações com uma semana de espera

Desde o dia 10 de janeiro, morrem mais de 600 pessoas por dia em Portugal.

Com o número de mortes a aumentar, a capacidade de resposta das funerárias está no limite.

Em alguns casos, o tempo de espera para um funeral pode chegar a uma semana.

Desde o dia 10 de janeiro, morrem mais de 600 pessoas por dia em Portugal.

As associações que representam as agências funerárias defendem que o Governo deveria aplicar mais restrições nas cerimónias fúnebres e que os trabalhadores deste setor sejam incluídos nos grupos prioritários de vacinação.