País

"Deixámos de ser assistentes operacionais para sermos empregadas de limpeza"

Andreia Melo

Andreia Melo

Jornalista

Rafael Cunha

Rafael Cunha

Repórter de Imagem

Marco Carrasqueira

Marco Carrasqueira

Editor de Imagem

As funcionárias da Escola Secundária Vergílio Ferreira, em Lisboa, fizeram esta quarta-feira greve para pedir reforço de pessoal.

Cerca de 1.200 alunos da Escola Secundária Vergílio Ferreira não tiveram esta quarta-feira aulas. A escola fechou por causa da greve das funcionárias, que exigem mais pessoal para a instituição.

As assistentes operacionais queixam-se de um ritmo de trabalho alucinante e dizem que a pandemia veio agravar ainda mais o problema da falta de pessoal na escola.

  • 1:55
  • O cartão amarelo que não se percebe 

    Opinião

    Despir a camisola aquando da celebração de um golo é proibido pelas leis de jogo. Penso que toda a gente sabe disso. Aliás, basta apenas que um qualquer jogador cubra a cabeça usando essa peça de equipamento para ser sancionado.

    Duarte Gomes