País

Três anos depois dos incêndios de outubro. Rosa perdeu tudo e ainda não tem casa

É como se tivesse sido ontem, mas já passaram três anos. A família ainda não pode voltar a cozinhar na casa onde morou toda a vida.

Três anos depois dos incêndios de 15 de outubro de 2017, o centro do país continua a sentir os efeitos da tragédia.

Os incêndios destruíram 500 empresas, 1.500 casas, explorações agrícolas e consumiram perto de 290 mil hectares de floresta.

O fogo deflagrou na manhã de 15 de outubro, no concelho da Lousã, e alastrou depois aos concelhos de Vila Nova de Poiares e Penacova. Chegou a afetar 38 concelhos de centro.

A reconstrução das habitações está a terminar, mas há centenas de casas em ruínas e a floresta voltou a crescer de forma desordenada e perigosa.