País

Ministério Público investiga financiamento da campanha de Passos Coelho em 2015

Construtora brasileira Odebrecht envolvida.

O Ministério Público está a investigar o financiamento da campanha de Pedro Passos Coelho em 2015 no processo EDP. Há suspeitas de que parte do dinheiro foi pago pela construtora brasileira Odebrecht.

André Gustavo, publicitário brasileiro envolvido no processo Lava Jato que trabalhou com o PSD e a Coligação Porutgal à Frente, terá faturado mais de 868 mil euros, com pagamentos identificados no mesmo período e em valores muito semelhantes aos que foram feitos, por fora, pela construtora Odebrecht.

O Ministério Público brasileiro conclui que há indícios de que os pagamentos da Odebrecht ligados à construção da barragem do Baixo-Sábor em Portugal possam, afinal ter sido o pretexto para financiar a campanha eleitoral.