País

Suspeito de ter deixado a mãe morrer à fome fica em prisão preventiva

Rui Violante

Rui Violante

Repórter de Imagem

Ficou em prisão preventiva o homem suspeito de ter deixado a mãe morrer à fome na casa onde viviam, em Grândola. A mulher de 82 anos não era vista pelos vizinhos há mais de 6 meses.

O homem de 53 anos, suspeito de homicídio qualificado, ligou para 112 a dizer que a mãe estava com dificuldades respiratórias, no sábado à tarde.

Quando os bombeiros chegaram encontraram um cenário macabro: a idosa estava morta em cima da cama, subnutrida e com feridas em carne viva.

  • 34:18