País

Enfermeiros voltaram às concentrações por reivindicações de carreira

Ana Geraldes

Ana Geraldes

Jornalista

Odacir Júnior

Odacir Júnior

Repórter de Imagem

No dia em que partidos levaram ao plenário uma série de propostas de alteração para valorização da carreira.

O tempo da pandemia ainda não terminou. Mas o tempo de voltar às reivindicações por melhorias nas carreiras, os enfermeiros entendem que é chegado.

No dia em que os partidos levaram a debate uma série de propostas para a valorização da carreira dos enfermeiros, o Sindicato dos Enfermeiros Portugueses realizou uma concentração em frente à Assembleia da República.

Com um carro de som, bandeiras, faixas e cartazes, mas as devidas regras de distanciamento entre participantes - cerca de 30 - todos com máscara - e que segundo a organização "representam os milhares" em todo o país.

Os enfermeiros reclaram alterações nas carreiras, que apresentaram aos grupos parlamentares em setembro de 2019, como explicou José Carlos Martins, Presidente do SEP, e que passam sobretudo pela contagem de pontos para efeitos de progressão, transição de categorias, assim como a revisão da quota de especialistas e outras questões salariais.

Para o dirigente sindical, "do ponto de vista das opções políticas, já percebemos que há dinheiro, para alguns sítios não falta, como é exemplo o Novo Banco e outros locais. Mas também tem que haver solução para os problemas profissionais".

O plenário desta quinta-feira tinha na agenda 5 projetos de lei do BE, PCP e CDS, mais um projeto de resolução do PAN e 2 petições que reuniram mais de 8 mil assinaturas.

  • 3:19