País

Milhares em Bragança exigem justiça pela morte de Luís Giovani

Milhares em Bragança exigem justiça pela morte de Luís Giovani

Marcha silenciosa que percorreu as ruas da cidade teve grande adesão.

A morte por agressão de um estudante cabo-verdiano levou na tarde deste sábado às ruas de Bragança mais de duas mil pessoas numa manifestação contra a violência.

Uma marcha silenciosa seguida de vigília serviram para homenagear Luís Giovani.

Na noite de 21 de dezembro, depois de um desentendimento num bar, foi agredido na rua por um grupo de indivíduos. Ficou em coma durante 10 dias, ao fim dos quais acabaria por morrer, a 31 de Dezembro.

A PJ já viu as imagens de videovigilância do bar e já ouviu várias pessoas, entre testemunhas e possíveis implicados, mas ainda não há detenções.

O caso abalou não só a comunidade académica de Bragança, como milhares de pessoas que este sábado saíram às ruas, em várias cidades. Pedem, sobretudo, justiça.