País

Jorge Jesus ouvido por videoconferência a 7 de janeiro

Tribunal de Almada autorizou pedido do treinador para não testemunhar em frente aos arguidos.

O antigo treinador do Sporting, Jorge Jesus, vai ser ouvido por videoconferência ou via skype no âmbito do julgamento do ataque à academia do Sporting em Alcochete.

Na semana passada, dia 20 de dezembro, o treinador apresentou um requerimento no tribunal de Almada para ser ouvido por videoconferência ou, caso esteja no estrangeiro, por motivos profissionais, via Skype.

A juiza Teresa da Costa, com a concordância do Ministério Público, aceitou o pedido do atual treinador do Flamengo, mas advertindo, todavia, a hipótese de Jorge Jesus ser ouvido pessoalmente na sala de audiências do Tribunal de Monsanto, caso "seja essencial à descoberta da verdade" .