País

Bruno Fernandes e Ristovski têm medo que o ataque à academia se repita

Bruno Fernandes e Ristovski têm medo que o ataque à academia se repita

Capitão do Sporting revelou em tribunal que contratou segurança pessoal depois da derrota na final da Taça de Portugal e que pediu à família para sair de Lisboa.

Bruno Fernandes e Ristovski contaram, na 11.ª sessão do julgamento, o aconteceu na academia do Sporting no dia do ataque.

Os dois jogadores revelaram o pedido que fizeram às famílias para que saíssem de Lisboa depois da invasão e confessaram que ainda hoje têm medo que o ataque se repita.

Depois da derrota na final da Taça de Portugal, o capitão do Sporting chegou mesmo a contratar um segurança pessoal que só dispensou, primeiro, enquanto esteve ao serviço da Seleção Nacional e depois quando soube que os suspeitos estavam em prisão preventiva.