País

Segurança da Academia de Alcochete relata ameaças de morte a jogadores

Segurança da Academia de Alcochete relata ameaças de morte a jogadores

Ricardo Gonçalves, ex-chefe de segurança do Sporting, falou sobre uma reunião anterior ao dia do ataque entre staff e Bruno de Carvalho.

A sessão de julgamento desta manhã ao ataque à Academia do Sporting voltou a contar com o ex-presidente do Sporting, Bruno de Carvalho.

Aos juízes, Ricardo Gonçalves falou sobre uma reunião anterior ao dia do ataque entre staff e Bruno de Carvalho. Um encontro onde o ex-lider dos leoes quis saber se haveria ou não treino durante a tarde do dia 15 e questionou quem é que estava do lado dele acontecesse o que acontecesse.

Quanto ao dia do ataque, Ricardo Gonçalves admitiu saber da chegada dos adeptos leoninos 15 minutos antes da entrada do grupo, através de um telefonema de Bruno Jacinto, ex-oficial de ligação aos adeptos.

A visita surpresa e o nervosismo demonstrado por Bruno Jacinto, colocaram o chefe de segurança em alerta.

Ricardo Gonçalves diz ter acompanhado o grupo durante o percurso até aos balnearios na tentativa de demover os adeptos e garante apenas ter sido ameaçado.