Análise

"Com Biden, será muito pouco sobre o Presidente. Será sobre a administração competente e qualificada" 

Germano Almeida

Germano Almeida

Comentador SIC

A análise do comentador da SIC, Germano Almeida, na Edição da Tarde, sobre as eleições nos Estados Unidos da América.  

Germano Almeida considera "perturbador" o facto de Donald Trump não reconhecer a derrota nas eleições presidenciais norte-americanas e defende que a administração Biden será completamente diferente da dos últimos quatro anos.

Na Edição da Tarde, da SIC Notícias, fala sobre a transição entre administrações e a possível candidatura de Donald Trump às eleições de 2024: "A lei permite porque só fez um mandato".

Sobre a administração Biden, que se começa a formar, destaca o papel de John Kerry terá no combate à crise climática e o regresso dos Estados Unidos da América ao Acordo de Paris. Diz que a escolha do ex-secretário de Estado de Barack Obama mostra que a futura administração Biden "terá a questão ambiente como algo muito importante".

Germano Almeida afirma que Joe Biden está a dar prioridade à experiência técnica e política que as administrações Obama deixaram para compor a sua própria administração. Defende que será uma administração do regresso de uma América multilateral a querer liderar, a tratar os aliados europeus como aliados e não a destrata-los, a demarcar-se da Rússia e Putin e com uma abordagem diferente à China.

Diz que, nos últimos quatro anos, foi tudo sobre Donald Trump, "um presidente mal preparado para o cargo", e que a qualidade da administração do Presidente derrotado foi se degradando.

"Com Biden, será muito pouco sobre o Presidente. Será sobre a administração competente, qualificada e com experiência política."