Mundo

Covid-19: aprovado relatório que pede que seja declarada culpa de Bolsonaro por tragédia sanitária

Relatório acusa o presidente brasileiro de nove crimes.

A comissão parlamentar de inquérito (CPI) do Senado brasileiro, que investiga a atuação do Governo durante a pandemia, aprovou o relatório que pede que seja declarada a culpa de Bolsonáro por tragédia sanitária, que matou mais de 600 mil brasileiros.

Bolsonaro é acusado de crimes contra a humanidade, violação de medidas sanitárias, charlatanismo, incitamento ao crime, falsificação de documentos, uso irregular de dinheiro público, prevaricação, epidemia com resultado morte e ataques à dignidade do cargo de Presidente.

Agora, estas denúncias serão apresentadas aos tribunais do país e, no que concerne a Bolsonaro, ao gabinete do procurador-geral da República, Augusto Aras.

As conclusões da CPI da pandemia também serão remetidas ao Supremo Tribunal Federal (STF) e ao Tribunal Penal Internacional de Haia, devido à alegada prática de crime contra a humanidade.

VEJA TAMBÉM: