Mundo

Colômbia detém Dario Usuga, o narcotraficante mais procurado no país

Reuters

Detenção de Daro Usuga representa "o maior golpe protagonizado pelo Governo colombiano contra o crime organizado", apenas comparável à captura de Pablo Escobar, em 1993.

O narcotraficante mais procurado pelas autoridades na Colômbia, Dairo Antonio Usuga, foi detido no noroeste do país, anunciou no sábado o Governo colombiano.

Dairo Antonio Usuga, 50 anos, também conhecido como Otoniel, foi detido no município costeiro de Necocli, próximo do Panamá e tido um dos principais redutos do denominado 'Clã do Golfo'.

Otoniel é um dos líderes deste clã, considerado o mais poderoso no tráfico de droga na Colômbia e o maior exportador mundial de cocaína formado por ex-elementos de grupos paramilitares.

"Este é um golpe... apenas comparável com a captura de Pablo Escobar", disse o Presidente Iván Duque através de comunicado, confirmando a detenção. Escobar, o fundador e líder do conhecido cartel de Medellin Cartel, morreu num tiroteio em 1993.

A detenção de Daro Usuga representa "o maior golpe protagonizado pelo Governo colombiano contra o crime organizado no país, escreve a agência France-Presse.

Os Estados Unidos chegaram a oferecer uma recompensa de cinco milhões de dólares (cerca de 4,2 milhões de euros) pela captura de Otoniel.

Segundo o grupo de reflexão independente Indepaz, o 'Clã do Golfo' está presente em cerca de 300 municípios da Colômbia.