Mundo

Vulcão de La Palma: Nuvem de cinza obriga ao cancelamento de vários voos

Durante a noite foram sentidos mais de 40 sismos na ilha.

A erupção do vulcão de La Palma continua com grande intensidade. Na noite de sábado para domingo foram registados mais de 40 sismos na ilha das Canárias.

Um dos tremores mais fortes foi sentido em grande parte da ilha e atingiu magnitude de 4,3 na escala de Richter. O vulcão continua a expelir grande quantidade de lava, cuja largura já ultrapassa os dois quilómetros

Nas zonas evacuadas fora do perímetro de segurança, os habitantes têm algum tempo para voltar às suas casa e tirarem os seus pertences. Quem ainda não foi obrigado a sair da habitação, vive na incerteza.

Muitas companhias aéreas cancelaram as viagens para La Palma devido à nuvem de fumo e cinzas emitida pela nova boca do vulcão. Esta nuvem chega aos 4.500 metros de altura.

A quantidade de dióxido de enxofre libertada diariamente ultrapassa as mil toneladas por dia, o que é visto como um indicador de que o fim da atividade vulcânica não está para breve.

O presidente das Canárias diz que a ilha está à mercê do Cumbre Vieja. O vulcão já provocou milhões de euros de prejuízos.

► Veja mais: