Mundo

Governo espanhol quer travar exaltação do franquismo

Parlamento prepara-se para discutir o projeto de lei de Memória Democrática.

Mais de 40 anos depois da morte do General Franco e da transição para a democracia, o parlamento espanhol prepara-se para discutir o projeto de lei de Memória Democrática.

A lei, proposta pelo governo, pretende reconhecer as vítimas da ditadura e travar a exaltação do franquismo.

Em quatro décadas de violenta repressão, o regime franquista fez desaparecer cerca de 200 mil opositores, muitos fuzilados e atirados depois para valas comuns.

O projeto de lei do Governo de Pedro Sánchez vai ser discutido pelos deputados. Tem a oposição antecipada do VOX e do Partido Popular.