Mundo

Há nove séculos que Inglaterra conta os cisnes da Rainha

A tradição começou no século XII e, hoje em dia, tem como objetivo conservar a espécie das várias ameaças.

A tradição já tem nove séculos de história: no rio Tamisa, em Inglaterra, contam-se todos os cisnes da Rainha.

Tem o cunho da Monarquia britânica, envolve barcos tradicionais e os participantes vestem-se a rigor. São os “censos” anuais dos cisnes da Rainha. Durante três dias, uma equipa vai estar no rio Tamisa para fazer o levantamento de todos os cisnes que ali habitam.

A tradição já vem do século XII. Na época, os cisnes eram um alimento servido, sobretudo, em festas e banquetes. E a missão da Monarquia era travar o consumo excessivo. 900 anos depois, a tradição é a mesma, mas o propósito mudou: tem como objetivo conservar a espécie das várias ameaças.

Além da Coroa, há duas associações que detêm a propriedade da espécie. Todos os animais que não estão marcados são reclamados pela Monarquia. E quem matar ou ferir estes animais arrisca passar alguns meses na prisão.