Mundo

"Muito estranho", Ana Gomes reage à morte do marido de Isabel dos Santos

MÁRIO CRUZ

Empresário Sindika Dokolo morreu esta quinta-feira, aos 48 anos.

A candidata à Presidência da República Ana Gomes considerou esta sexta-feira que a morte de Sindika Dokolo, marido de Isabel dos Santos, era uma situação "estranha".

Através de uma publicação nas redes sociais, Ana Gomes comentou: "Estranho. Muito estranho".

Também no Twitter, pouco tempo depois, a ex-eurodeputada do PS chamou a atenção para "o que realmente hoje mais importa em Angola": a detenção da ativista Laura Macedo.

A morte de Sindika Dokolo

O empresário Sindika Dokolo morreu esta quinta-feira, aos 48 anos. As causa oficiais da morte ainda não são conhecidas, mas duas hipóteses apontadas: terá morrido afogado quando praticava mergulho no Dubai ou foi vítima de uma embolia, a obstrução repentina de uma artéria pulmonar.

Paulo Duarte

Empresário e colecionador de arte, Sindika Dokolo era casado com Isabel dos Santos, empresária e filha do antigo Presidente angolano José Eduardo dos Santos, com quem tinha quatro filhos.

O jornalista Luís Garriapa, que integrou a equipa de investigação da série de reportagens SIC/Expresso sobre o escândalo Luanda Leaks, explica que a morte de Sindika Dokolo, que terá ocorrido por afogamento, "vai ter naturalmente de ser investigada pelas autoridades do Dubai", país onde vivia.

O Luanda Leaks

Tal como Isabel dos Santos, os negócios de Sindika Dokolo estavam a ser investigados pela Justiça angolana, na sequência das revelações do Consórcio Internacional de Jornalistas que ficaram conhecidas como Luanda Leaks.

Sindika Dokolo e a mulher são suspeitos de terem lesado o Estado angolano em milhões de dólares e foram alvo de arresto de bens e participações sociais em empresas, em dezembro do ano passado, por determinação do Tribunal Provincial de Luanda.

Que impacto a morte de Sindika Dokolo pode ter na investigação Luanda Leaks?

O jornalista Luís Garriapa explica de que forma a morte poderá ter impacto na investigação.

  • 15,618

    Opinião

    É este o número oficial de árbitros e juízes federados que existem em Portugal, de acordo com a última informação disponível (de 2018).

    Duarte Gomes