Mundo

Tribunal irlandês determina que pão do Subway não é pão

Mike Blake

Contém demasiado açúcar e nem pode ser considerado "alimento básico".

O Supremo Tribunal da República da Irlanda decidiu que o pão servido nos restaurante da empresa Subway - uma cadeia de sanduíches dos Estados Unidos com filiais em mais de 100 países - não pode ser definido como pão.

De acordo com uma lei de 1972 (Value-Added Tax Act), nem sequer pode ser definido como um alimento básico porque contém muito açúcar, segundo o jornal Irish Independent.

A decisão surge na sequência de um pedido apresentado ao tribunal pelo franchisado da Subway, a Bookfinders Ltd. Pedia para que o pão para sanduíches fosse considerado um alimento básico para ficarisento de IVA.

No entanto, o teor de açúcar no pão - cinco vezes superior ao limite - desqualifica-o da definição legal de um alimento básico. A decisão incluiu pão branco e integral.

Esta não foi a primeira vez que a empresa se viu envolvida em polémica. Em 2014, decidiu começar a remover o agente de branqueamento da farinha azodicarbonamida dos seus produtos panificados após uma petição circular online.

O ingrediente é usado no fabrico de esteiras de ioga e forros de carpete e a utilização foi proibida pela União Europeia e pela Austrália em produtos alimentares.