Mundo

Preso norte-americano morre após guardas o atingirem com gás pimenta na cela

A causa da morte de Jamel Floyd, detido desde 30 de outubro de 2019, está já sob investigação.

Um cidadão norte-americano detido numa penitenciária federal em Nova Iorque morreu depois de vários agentes da polícia o terem atingido com spray de gás pimenta na sua própria cela, indicou hoje fonte oficial.

Num comunicado, o Gabinete Federal das Penitenciárias, indicou que Jamel Floyd, 35 anos, barricou-se na cela no Centro Metropolitano de Detenção de Brooklyn, às 10:00 locais de quarta-feira e utilizou um objeto metálico para quebrar a janela da porta da cela.

" [Floyd] tornou-se crescentemente disruptivo e potencialmente perigoso para si e para outros", pelo que os guardas prisionais utilizaram o spray de gás pimenta para o acalmar e dominar, lê-se no comunicado.

A vítima ficou inanimada após ter sido atingida pelo gás pimenta e foi transportada para o hospital, onde foi declarada a morte.

A causa da morte de Jamel Floyd, detido desde 30 de outubro de 2019, está já sob investigação.

Os agentes prisionais indicaram que a morte de Jamel Floyd nada terá a ver, em princípio, com a pandemia de covid-19.