Mundo

Pais da criança que morreu num poço em Málaga chegaram a acordo com dono do terreno

Jon Nazca

Será paga uma indemnização pelos custos do resgate.

O caso da criança que morreu depois de cair num poço em Málaga não vai seguir para julgamento, depois dos pais de Julen terem chegado a acordo com o dono do terreno.

David Serrano, que se declarou culpado do crime de homicídio por negligência, terá aceite a condenação de um ano de prisão e o pagamento de uma indemnização.

Além de ter pago imediatamente 25 mil euros aos pais da criança, terá de pagar o restante em pagamentos mensais de 50 euros, uma vez que está desempregado e declarou insolvência.

Ainda não é claro o valor da indemnização sendo que os custos do resgate chegaram quase aos 700 mil euros.

Julen foi resgatado 13 dias depois da queda, já sem vida.