Mundo

Sánchez comunica hoje ao rei de Espanha se tem condições para formar Governo

Sergio Perez / Reuters

Felipe VI termina hoje as consultas aos diferentes partidos.

Um mês depois das eleições legislativas, ainda não há Governo em Espanha. Hoje é o segundo e último dia das audiências dos partidos espanhóis com o rei Felipe VI.

O atual chefe do Governo espanhol, Pedro Sánchez, vai ser o último a ser ouvido. É apontado como a escolha mais provável do rei para primeio-ministro, mas ainda não tem os apoios parlamentares necessários.

Apesar de o PSOE ter um pré-acordo com o partido de esquerda radical Unidas Podemos, a solução governativa só pode avançar com a abstenção dos independentistas catalães ERC na votação da investidura.

O ERC ainda não revelou a intenção de voto e diz mesmo que a decisão pode vir a ser tomada apenas no início do próximo ano.