Mundo

Vox propõe prisão do governo regional da Catalunha

Albert Gea

Cidadãos também pediu o afastamento do líder do presidente do governo regional da Catalunha.

O líder da extrema-direita espanhola, Santiago Abascal, disse esta segunda-feira num debate na TVE que o Vox propõe ilegalizar os partidos "golpistas" da Catalunha e prender o presidente deste governo regional.

"Propomos suspender a autonomia da Catalunha, ilegalizar os partidos golpistas que estiveram ao serviço de um golpe de Estado. Propomos que Torra [presidente do governo regional] seja detido, algemado e julgado por crime de rebelião", afirmou Santiago Abascal.

"Isto é atuar com proporcionalidade", acrescentou Abascal, sublinhando que o "estado das autonomias" fracassou a nível nacional e que Espanha é mais do que Madrid e Barcelona.

Sobre o "assunto catalão", Pablo Iglesias (Unidas Podemos, extrema-esquerda) considerou que é preciso diálogo e criticou as propostas do líder do Vox.

"O senhor não me vai dar lições do que é ser espanhol", declarou o dirigente do partido Unidas Podemos, afirmando que receia um acordo pós-eleitoral entre o PP e o PSOE por causa da questão da Catalunha.

CABALAR

"Os catalães não estão sós", adiantou o líder do Partido Popular, Pablo Casado, referindo-se à crise que marca a política espanhola.

Por seu lado, Albert Rivera (Cidadãos) pediu o afastamento do líder do presidente do governo regional da Catalunha.

Lusa

  • "O que é o jantar amanhã?": 2.º episódio
    31:52