Mundo

Segurança reforçada em Calais depois de confrontos

As autoridades francesas reforçaram a segurança em Calais e abriram uma investigação aos confrontos violentos de quinta-feira entre migrantes afegãos e eriteus. Pelo menos 22 pessoas ficaram feridas, cinco em estado crítico.

  • Violência sem precedentes em Calais faz 22 feridos, 5 em estado crítico

    Crise Migratória na Europa

    Pelo menos três violentas rixas entre migrantes eritreus e afegãos durante a distribuição de ajuda alimentar fizeram ontem mais de 20 feridos, cinco estão entre a vida e a morte depois de serem baleados em Calais. Às primeiras horas da manhã chegavam à região de fronteira, no norte de França, reforços policiais para conter a violência que atingiu um nível nunca antes visto, segundo o ministro do Interior francês Gerard Collomb.

  • As imagens dos confrontos em Calais
    1:21

    Mundo

    A autarquia de Calais confirma vários episódios violentos durante a tarde e noite de ontem junto a um dos locais onde é distribuída crefeições aos migrantes. Grupos de afegãos e eritreus envolveram-se em confrontos com pedras, paus e armas de fogo. Pelo menos quatro pessoas estão em estado crítico e cerca de 20 tiveram de ser assistidos.