Mundo

Televisão estatal da Arábia Saudita transmite concerto pela primeira vez em 38 anos 

Cerimónias do Dia Nacional da Arábia Saudita

AP

Uma estação de televisão estatal da Arábia Saudita emitiu um concerto pela primeira vez desde 1979, rompendo com as normas do país ultraconservador que, até agora, proibia a música não religiosa.

O primeiro concerto, transmitido na noite passada pelo canal Al Zaqafiya, que pertence ao Ministério da Cultura, foi um recital da egípcia Um Kulzum, falecida em 1975 e considerada como a diva da canção árabe.

A emissão do concerto é mais uma das recentes medidas para uma maior abertura, particularmente destinadas a conceder direitos às mulheres. A principal destas medidas, anunciada no passado dia 26 de setembro, mas que só entrará em vigor em 2018, foi a concessão de autorização para as mulheres conduzirem.

Recentemente também foi anunciada a criação de aulas de educação física para as meninas e foi permitida a entrada das mulheres nos estádios desportivos.

No reino ultraconservador, imperam normas de comportamento muito restritivas, que obrigam as mulheres a cobrir-se da cabeça aos pés e limitam em grande medida a sua participação na vida social e no âmbito público.

As regras islâmicas que dirigem o país também impõem a separação de homens e mulheres nos espaços públicos e, no capítulo do ócio, proíbe as festas e concertos de música não religiosa.

Em agosto passado, a polícia saudita deteve um adolescente por dançar a Macarena (música 'pop' espanhola) numa passadeira, na cidade de Yeda (oeste do país).

O Governo saudita também anunciou o desenvolvimento de um projeto turístico na costa do Mar Vermelho e onde se pretende aplicar as "melhores práticas mundiais" para os viajantes estrangeiros.

No entanto, nenhuma autoridade saudita esclareceu se esta zona terá leis especiais para permitir o uso de fatos de banho, que mulheres e homens partilhem os mesmos espaços ou que se autorize o consumo de álcool.

Lusa

  • 160 mortes de Covid-19 em Portugal

    Coronavírus

    O último balanço da DGS dá conta de 7.443 infetados com o novo coronavírus em Portugal. Desses, 160 morreram e 43 recuperaram. Mais 20 óbitos e 1.035 casos em relação a ontem. Siga aqui ao minuto as últimas informações sobre a pandemia.

    Direto

    SIC Notícias