Vacinar Portugal

Covid-19. Quase metade da população portuguesa já concluiu a vacinação 

Sarah Meyssonnier

Maior subida regista-se na faixa etária entre os 25 e os 49 anos.

Quase metade da população portuguesa já concluiu a vacinação contra a covid-19 e 64% tem pelo menos uma dose da vacina.

De acordo com o relatório de vacinação desta semana, divulgado esta quarta-feira, 4.860.822 pessoas já concluiu a vacinação, o que equivale a 47% da população.

Ao todo, 6.581.332 pessoas (64% da população) têm pelo menos uma dose da vacina.

Na última semana, a maior subida de inoculados regista-se na faixa etária dos 25 aos 49 anos: 66% já fez pelo menos uma toma e 30% tem a vacinação completa.

Por grupos etários, 99% dos idosos com mais de 80 anos (676.157) já foram vacinados com a primeira dose e 95% (649.070) já concluíram o seu processo vacinal, percentagens que são muito próximas no grupo entre os 65 e os 79 anos.

Em relação ao grupo entre os 50 e 64 anos, 92% (1.991.296) tomaram pelo menos a primeira dose da vacina e 77% (1.674.816) terminam a vacinação.

A vacinação por regiões

No que respeita à cobertura vacinal das regiões, o Alentejo lidera na percentagem de pessoas com vacinação completa (54%), seguindo-se o Centro (51%), os Açores (49%), o Norte, Lisboa e Vale do Tejo e o Algarve, as três com 46%, e a Madeira (45%).

Relativamente ao número de doses, Lisboa e Vale do Tejo é a região com mais doses administradas, mais de 3,8 milhões, estando o Norte muito perto, com cerca de 3,7 milhões, refere ainda o relatório da DGS.

No Centro já foram administradas mais de 1,8 milhões de vacinas, no Alentejo cerca de 535 mil, no Algarve mais de 450 mil, nos Açores mais de 252 mil e na Madeira quase 268 mil.

Desde que arrancou o plano de vacinação, a 27 de dezembro de 2020, Portugal já recebeu 12,3 milhões de vacinas, tendo sido distribuídas pelos centros de vacinação do território continental e pelas regiões autónomas mais de 11,3 milhões de doses.

Covid-19. Vacinação de 570 mil crianças e jovens entre 12 e 17 anos até 19 de setembro

O primeiro-ministro anunciou esta quarta-feira a meta de vacinar com duas doses contra a covid-19, no período entre 14 de agosto e 19 de setembro, 570 mil crianças e jovens entre 12 e 17 anos.

António Costa anunciou esta meta do processo de vacinação contra a covid-19, que se destina sobretudo a proteger o início do próximo ano letivo, no seu discurso que abriu o debate do estado da nação, no parlamento, que marca o fecho da segunda sessão legislativa.

"Estamos numa corrida contra o tempo, uma corrida entre a vacinação e a sucessão de novas variantes", começou por afirmar o líder do executivo, defendendo que, até agora, o seu Governo, tem cumprido as metas fixada.

Covid-19. Autoagendamento a partir dos 20 anos deverá arrancar na próxima semana

O autoagendamento para pessoas a partir dos 20 anos deverá arrancar para a próxima semana, afirmou esta quarta-feira o coordenador do plano de vacinação contra a covid-19, Henrique Gouveia e Melo.

O autoagendamento para pessoas a partir dos 20 anos deverá acontecer, "em princípio, para a semana", disse o responsável pela task force, que falava aos jornalistas no final da sua participação na conferência internacional "Saúde Global em Pós-Pandemia", que decorre na Universidade de Coimbra.

"Às pessoas com 20 anos peço-lhes um bocado de paciência, mas têm que esperar", frisou, salientando que não são abertos processos de autoagendamento "para fazer filas de espera".