Vacinar Portugal

Costa quer vacinar menores antes do início das aulas, mas DGS ainda não validou decisão

Primeiro-ministro anunciou a vacinação entre os 12 e os 17 anos até 19 de setembro. 

Os jovens entre os 12 e os 17 anos podem ter a vacinação completa ainda antes do início do novo ano letivo. É, pelo menos, esse o desejo do primeiro-ministro. Mas, para já, o país atravessa um ritmo mais lento de vacinação, porque há menos doses a chegar.

O discurso no debate do Estado da Nação, esta quarta-feira, arrancou com um anúncio de António Costa:

"Tudo está preparado para que nos fins de semana entre 14 de agosto e 19 de setembro possam ser administradas as 2 doses da vacina as cerca de 570 mil crianças entre os 12 e 17 anos".

Vacinar abaixo dos 18 anos antes do início das aulas até pode ser a vontade do primeiro-ministro, mas ainda falta a palavra final da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Ainda assim, o tema não é consensual na comissão técnica que acompanha a vacinação contra a covid-19.

Na última semana, têm chegado menos doses de vacinas e isso obrigou a abrandar o ritmo. A ministra da Saúde revelou, contudo, que, nos próximos dias, devem chegar mais vacinas da Pfizer.

Há concelhos onde já não há vagas para o autoagendamento, mas as metas não devem estar comprometidas.

A faixa dos 20 anos só deve conseguir agendar a vacinação na próxima semana.