Operação Marquês

Operação Marquês: Carlos Santos Silva acusa Ministério Público de ter provas ilegais

Operação Marquês: Carlos Santos Silva acusa Ministério Público de ter provas ilegais

Defesa do arguido da Operação Marquês levou livro do Asterix para criticar métodos do MP.

Carlos Santos Silva acusa o Ministério Público de ter provas ilegais no processo Operação Marquês e pede, por isso, para não ir a julgamento. A defesa do amigo de José Sócrates foi ouvida esta segunda-feira, na fase de instrução do processo, que esteve interrompida pela pandemia.

Ao longo de duas horas, a advogada acusou o procurador Rosário Teixeira e o inspetor tributário Paulo Silva de investigarem clandestinamente Carlos Santos Silva desde, pelo menos, 2005.