Orçamento 2020

Baixas para assistência aos filhos vão passar a ser pagas a 100%

Rafael Marchante

Até agora a Segurança Social só pagava a 65%, mas o Governo quer dar condições para que os casais possam ter mais filhos e mais cedo.

Incentivos à natalidade

As baixas por assistência aos filhos vão passar a ser pagas a 100% para em caso de doença ou acidente e entram em vigor assim que o Orçamento do Estado for aprovado.

Em casos de deficiência ou doença crónica, a licença continua a ser paga a 65%, mas passa a ser prorrogável até 6 anos e a abranger também doenças oncológicas.

Em entrevista ao jornal Público, a Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, garante ainda que a partir dos últimos 3 meses do ano as famílias vão receber ajudas de custo para a creche do 2.º e seguintes filhos.

O Governo diz ter disponíveis 1,524 milhões para as medidas de incentivo à natalidade, mas ainda está por definir o valor dos cheques-creche que a ministra Ana Mendes quer dar a todas as famílias, independentemente dos rendimentos e do escalão do abono.

  • O que é o jantar amanhã?
    36:07
  • Os 44 golos de mais uma quinta-feira de Liga Europa

    Liga Europa 2019/2020

    Estão todos aqui. Os golos e os lances que marcaram os duelos da 1.ª mão dos 16-avos-de-final.

    SIC Notícias