Orçamento do Estado

Concertação social: patrões vão ser recebidos pelo Presidente da República 

Primeiro-ministro pede desculpa aos patrões por lapso. 

O primeiro-ministro pediu desculpas aos patrões por ter aprovado medidas na área do trabalho sem as ter apresentado aos parceiros sociais.

O Presidente da República não quis comentar a situação, mas anunciou que vai receber os sindicatos e as confederações patronais na próxima sexta-feira.

Os patrões suspenderam a sua presença na Concertação Social, acusando o Governo de desrespeito.

A decisão surge depois das leis aprovadas na quinta-feira em Conselho de Ministros, que mexem com a legislação laboral.

VEJA TAMBÉM: