Luanda Leaks

EuroBic encerra relação comercial com Isabel dos Santos

Toby Melville

Banco do qual Isabel dos Santos é acionista reagiu à investigação Luanda Leaks.

O banco EuroBic anunciou esta segunda-feira, num comunicado, que vai encerrar a relação comercial com entidades controladas pelo universo Isabel dos Santos e "pessoas estreitamente relacionadas com a mesma".

Apesar do sigilo a que o banco está sujeito, esclareceu ainda que "os pagamentos ordenados pela cliente Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola (Sonangol) à Matter Business Solutions respeitaram os procedimentos legais e regulamentares".

A posição terá sido tomada para pressionar a empresária angolana a sair do EuroBic, antigo BPN, do qual detém mais de 40% do capital. A SIC sabe que o Banco de Portugal pretende alterar a estrutura acionista do banco, tendo já criado um grupo de trabalho para avaliar a situação.

Banco de Portugal "retirará as devidas consequências" de informação recebida

O supervisor bancário revelou num comunicado que "retirará as devidas consequências, nomeadamente em matéria prudencial e contraordenacional", de informação recebida do EuroBic.

"Em função da avaliação da informação recebida, o Banco de Portugal retirará as devidas consequências, nomeadamente em matéria prudencial e contraordenacional", pode ler-se num comunicado hoje divulgado pelo supervisor.

No mesmo documento, o banco central afirma que "pediu hoje ao EuroBic informação que permita avaliar o modo como a referida instituição analisou e deu cumprimento aos deveres a que está sujeita em matéria de prevenção de branqueamento de capitais e do financiamento do terrorismo (BCFT)".

Luanda Leaks: a investigação

A decisão surge na sequência de uma investigação levada a cabo pelo Consórcio Internacional de Jornalismo de Investigação, intitulada de Luanda Leaks, a maior investigação jornalística alguma vez feita aos negócios da empresária angolana Isabel dos Santos. Mais de 715 mil documentos foram analisados por 120 jornalistas dos maiores órgãos de comunicação social de todo o mundo começaram a ser divulgados.

O Expresso e a SIC associaram-se a este consórcio internacional e revelam como a filha do antigo Presidente de Angola fez chegar pelo menos 115 milhões de dólares dos cofres da Sonangol a uma sociedade do Dubai, controlada por pessoas próximas. Todas elas portuguesas.

Veja a investigação na íntegra:

Veja também:

Isabel dos Santos excluída do Fórum Económico Mundial de Davos

Luaty Beirão surpreendido com dimensão da Luanda Leaks

  • O que é o jantar amanhã?
    36:07
  • Os 44 golos de mais uma quinta-feira de Liga Europa

    Liga Europa 2019/2020

    Estão todos aqui. Os golos e os lances que marcaram os duelos da 1.ª mão dos 16-avos-de-final.

    SIC Notícias