Incêndio na Notre-Dame

O dia em que as chamas consumiram a Catedral

Benoit Tessier

Um ano depois do incêndio na Notre-Dame, o monumento continua envolto num emaranho de tubos, andaimes e estruturas.

Esta quarta-feira faz um ano que a catedral de Notre-Dame em Paris ardeu. Um ano depois do incêndio, o monumento continua envolto num emaranho de tubos, andaimes e estruturas, sem se saber ao certo quando é que acabam as obras de reparação, suspensas devido à pandemia do coronavírus.

A data de reabertura da catedral foi apontada para 16 de abril de 2024, uma meta que está agora em risco.

A catedral encontrava-se em obras de restauro no seu exterior quando, a 15 de abril de 2019, deflagrou um violento incêndio que demorou cerca de 15 horas a ser extinto.

As chamas destruíram o pináculo e uma grande parte do telhado, além de parte do acervo artístico no interior.

O momento em que o pináculo caiu

Como ficou a catedral após o incêndio

"Vi pessoas a chorar, vi pessoas em desespero a pôr as mãos na cabeça"

O momento assustador apanhou os franceses de surpresa. Na altura, um repórter da SIC relatou os momentos de desespero vividos pelos franceses ao verem a catedral em chamas.

Os parisienses não escondem emoção quando falam do incêndio e temem não conseguir ver a catedral reconstruída.

Bombeiros que combateram as chamas homenageados

Mais de 400 operacionais que durante 15 horas tentaram controlar o incêndio.

As causas do fogo

Um ano após o incêndio, as autoridades francesas têm três teorias sobre o que terá provocado o fogo: uma beata de cigarro mal apagada, um curto-circuito no sistema elétrico dos sinos do pináculo ou o mau funcionamento do elevador instalado nos andaimes que tinham sido colocados para restaurar a flecha.

As investigações ainda continuam e, para já, não há uma causa certificada.

Atrasos nas obras

A data de reabertura da catedral foi apontada para 16 de abril de 2024, uma meta em risco devido à imposição do confinamento devido ao coronavírus que impediu o início das obras e permite apenas visitas semanais ao local para assegurar a segurança da estrutura.

IAN LANGSDON

Mas a quarentena não foi o primeiro percalço. Após o rescaldo do incêndio, em abril do ano passado, a estabilização do edifício e a proteção contra as intempéries, as obras estiveram suspensas durante o verão de 2019 devido à presença de chumbo no local, uma operação de descontaminação que se estendeu ao resto da Île de la Cité, onde se situa a catedral.

Reconstrução da Notre-Dame mobiliza doações à escala mundial

Das grandes fortunas francesas a fundações, passando por uma cidade húngara ou por um reino costa-marfinense, a reconstrução da catedral de Notre Dame gerou uma vaga de doações à escala mundial.

Até agora, três fundações - a Fundação Notre Dame, a Fundação do Património e a Fundação de França - já recolheram perto de mil milhões de euros para financiar as obras, com doações individuais provenientes de mais de 350 mil pessoas, assim como de grandes empresas francesas.

O modesto contributo de uma menina britânica para a Notre-Dame

Uma pequena parte dos milhões que chegaram em doações partiu de uma menina britânica de nove anos.

Depois de descobrir quão antiga era a catedral, Caitlyn quis juntar-se à onda solidária e doar 3,38€ à Fondation du Patrimoine. Numa carta que escreveu e enviou juntamente com o dinheiro, a menina diz esperar que a reconstrução não seja muito demorada.

FONDATION DU PATRIMOINE

PSG presta tributo à catedral da Notre-Dame na noite do título

Uma semana depois do incêndio, os jogadores do PSG prestaram homenagem ao monumento emblemático de França usando o nome da catedral na parte de trás das camisolas, substituindo os seus nomes e uma imagem representativa do monumento no lugar do logótipo do patrocinador.

A história da Notre-Dame

Não é só a mais famosa catedral do mundo. Deu nome a obras literárias. Sobreviveu a revoluções e guerras mundiais.

Símbolo do catolicismo e da arte gótica, a Catedral de Notre-Dame atrai cerca de 13 milhões de pessoas todos os anos. Com 200 vitrais coloridos, a janela da Rosa na entrada, as Torres em frente da Catedral ou o Pináculo com 106 metros, fica a história que um dia se espera reconstruir, de um dos incêndios mais devastadores para o monumento, Património Mundial da Unesco.

Um símbolo cultural, histórico e religioso

A Notre-Dame é um dos mais icónicos monumentos de França e, desde sempre, tem estado ligada ao cinema e à literatura.

Veja também: