Football Leaks

Football Leaks. Segunda sessão do julgamento marcada para esta terça-feira

Rui Pinto, criador da plataforma Football Leaks

MARIO CRUZ

Rui Pinto é acusado de 90 crimes.

Continua esta terça-feira o julgamento de Rui Pinto, no caso Football Leaks, no Campus de Justiça em Lisboa.

O arguido está acusado de 90 crimes e no primeiro dia de julgamento disse que não era um criminoso, mas um denunciante, e que agiu em nome do interesse público e não por dinheiro.

O processo tem ainda um outro arguido, Aníbal Pinto, ex-advogado de Rui Pinto, que é acusado de ter sido cúmplice de uma tentativa de extorsão a um fundo de investimento.

O julgamento tem mais de 30 sessões marcadas até dezembro.

Rui Pinto diz que se limitou a denunciar crimes e que nada do que fez foi por dinheiro

Rui Pinto nega ter violado sistemas informáticos por dinheiro e garante que tudo o que fez foi denunciar crimes. Para além de uma curta declaração, o alegado pirata informático recusou responder a perguntas no primeiro dia do julgamento do caso Football Leaks.