Football Leaks

Rui Pinto diz que se limitou a denunciar crimes e que nada do que fez foi por dinheiro

O “hacker” fez uma breve declaração no primeiro dia do julgamento.

Rui Pinto nega ter violado sistemas informáticos por dinheiro e garante que tudo o que fez foi denunciar crimes. Para além de uma curta declaração, o alegado pirata informático recusou responder a perguntas no primeiro dia do julgamento do caso Football Leaks.

O julgamento continua no próximo dia 15, com mais 33 sessões marcadas até meados de dezembro. Rui Pinto promete estar presente em todas e até voltar a falar.

Os crimes de que é acusado

O criador da plataforma Football Leaks começou esta sexta-feira a ser julgado. Vai responder por 90 crimes: 68 de acesso indevido, 14 de violação de correspondência, seis de acesso ilegítimo, visando entidades como o Sporting, a Doyen, a sociedade de advogados PLMJ, a Federação Portuguesa de Futebol e a Procuradoria-Geral da República, e ainda por sabotagem informática à SAD do Sporting e por extorsão, na forma tentada.

Veja também: