UEFA Euro 2020: Seleções e Grupos

Euro 2020. República Checa: ao ritmo do embalo de uma qualificação imaculada

Petr David Josek

O perfil, o historial, momentos memoráveis e curiosidades sobre a presença da seleção checa no Campeonato da Europa.

Depois de uma qualificação irrepreensível, em que não perdeu qualquer jogo, a República Checa chega ao Euro 2020 com vontade de repetir o feito de 1976, ano em que venceu o Campeonato da Europa, ainda como Checoslováquia.

Esteve presente em nove fases finais, chegando a uma final e a uma meia-final, que acabou por perder com um golo de ouro e outro de prata, respetivamente.

Selecionador: Jaroslav Šilhavý

  • 59 anos;
  • Checo;
  • Comanda a seleção desde 2018.

Efrem Lukatsky

Convocados:

Guarda-redes: Tomáš Vaclík (Sevilla), Jiří Pavlenka (Werder Bremen), Aleš Mandous (Olomouc)

Defesas: Vladimír Coufal (West Ham), Pavel Kadeřábek (Hoffenheim), Ondřej Čelůstka (Sparta Praha), Tomáš Kalas (Bristol City), David Zima (Slavia Praha), Jan Bořil (Slavia Praha), Aleš Matějů (Brescia), Jakub Brabec (Viktoria Plzeň)

Médios: Lukáš Masopust (Slavia Praha), Vladimír Darida (Hertha Berlin), Tomáš Souček (West Ham), Antonín Barák (Verona), Alex Král (Spartak Moskva), Tomáš Holeš (Slavia Praha), Petr Ševčík (Slavia Praha), Jakub Jankto (Sampdoria), Adam Hložek (Sparta Praha), Jakub Pešek (Liberec), Michal Sadílek (Liberec)

Avançados: Patrik Schick (Leverkusen), Michael Krmenčík (PAOK), Matěj Vydra (Burnley), Tomáš Pekhart (Legia)

Melhor desempenho no Euro:

Como Checoslováquia, a seleção venceu em 1976. Como República Checa, foi à final de 1996.

Presenças nas fases finais:

A seleção esteve presente em nove fases finais, seis como República Checa e três como Checoslováquia: 1960, 1976, 1980, 1996, 2000, 2004, 2008, 2012 e 2016.

Jogadores com mais golos:

  • Milan Baroš (5)

Momentos memoráveis:

Os checos nunca perderam numa disputa de pontapés de penálti. Conquistaram o Euro 76 ao marcar os cinco penáltis frente à Alemanha Ocidental. Quatro anos depois, os mesmos cinco marcadores, na mesma ordem, voltaram a marcar as grandes penalidades garantindo o terceiro lugar em Itália.

A República Checa perdeu na final do Euro 96 devido ao golo de ouro de Oliver Bierhoff.

SANTIAGO LYON

Graças ao golo tardio de Vladimír Šmicer, a República Checa conseguiu empatar, por 3-3, frente à Rússia, no último jogo da fase de grupos do Euro 96. Os jogadores ficaram no campo à espera do resultado do confronto Itália-Alemanha e a acabaram por celebrar no estádio a passagem aos oitavos-de-final.

Mirrorpix

Curiosidades:

► A República Checa é a única seleção a perder uma final e uma meia-final com um golo de ouro (1996) e um golo de prata (2004), respetivamente.

► Os checos estiveram presentes em todas as edições do Euro, participando em sete fases finais consecutivas.

► A República Checa venceu os 10 jogos de qualificação para o Euro 2000.

Petr David Josek

► Šmicer viajou para a República Checa para se casar antes da final do Euro 1996, mas voltou a tempo para defrontar Inglaterra, no Estádio de Wembley.

Neal Simpson - EMPICS

Calendário de jogos:

O Euro 2020 realiza-se entre 11 de junho e 11 de julho de 2021, depois de ter sido adiado um devido à pandemia de covid-19.

A República Checa está no Grupo D com Inglaterra, Escócia e Croácia.

Segunda-feira, 14 de junho

  • Escócia - República Checa (14h00, Glasgow)

Sexta-feira, 18 de junho

  • Croácia - República Checa (17h00, Glasgow)

Terça-feira, 22 de junho

  • República Checa - Inglaterra (20h00, Londres)

Fonte: UEFA

Veja também:

ESPECIAL EURO 2020