UEFA Euro 2020: Seleções e Grupos

Euro 2020. Hungria: poder magiar de novo no caminho de Portugal

Vadim Ghirda

O perfil, o historial, momentos memoráveis e curiosidades sobre a presença da seleção húngara no Campeonato da Europa.

Em 2016, a Hungria não passou dos oitavos-de-final, tendo perdido por 4-0 frente à Bélgica.

Na história da seleção, está o primeiro jogo de sempre de qualificação para o Campeonato da Europa, a 28 de setembro de 1958. Perdeu para a União Soviética e não conseguiu ser apurada.

Mais de 60 anos depois e de três presenças numa fase final, a seleção húngara voltou a qualificar-se para o Euro e espera agora chegar à final, algo que nunca conseguiu antes.

Selecionador: Marco Rossi

  • 56 anos;
  • Italiano;
  • Comanda a seleção húngara desde 2018.

Darko Bandic

Convocados:

Guarda-redes: Péter Gulácsi (Leipzig), Dénes Dibusz (Ferencváros), Ádám Bogdán (Ferencváros)

Defesas: Gergő Lovrencsics (Ferencváros), Endre Botka (Ferencváros), Ádám Lang (Omonia Nicosia), Ákos Kecskés (Lugano), Attila Fiola (Fehérvár), Willi Orbán (Leipzig), Attila Szalai (Fenerbahçe), Bendegúz Bolla (Fehérvár)

Médios: Loïc Négo (Fehérvár), Ádám Nagy (Bristol City), László Kleinheisler (Osijek), Dávid Sigér (Ferencváros), Dániel Gazdag (Philadelphia Union), András Schäfer (Dunajská Streda) Tamás Cseri (Mezőkövesd), Filip Holender (Partizan)

Avançados: Ádám Szalai (Mainz), Roland Sallai (Freiburg), Nemanja Nikolić (Fehérvár), Kevin Varga (Kasımpaşa), Roland Varga (MTK Budapest), Szabolcs Schön (FC Dallas), János Hahn (Paks)

Melhor desempenho no Euro:

Chegou ao terceiro lugar em 1964 e às meias-finais em 1972.

Presenças nas fases finais:

A Hungria esteve em três fases finais do Euro: 1964, 1972 e 2016.

Jogadores com mais golos:

  • Ferenc Bene, Dezső Novák, Balázs Dzsudzsák (2)
  • Zoltán Gera, Lajos Kű, Ádám Szalai, Zoltán Stieber (1)

Momentos memoráveis:

No desempate do jogo do terceiro e quarto lugar, no Euro 1972, Lajos Kű pôs fim ao azar da Hungria nos penáltis. A equipa tinha desperdiçado um na qualificação e outro nas meias-finais.

As calças de fato-de-treino usadas pelo guarda-redes Gábor Király deram que falar no Euro 2016 e valeram-lhe a alcunha de "Homem do Pijama". "Sou um guarda-redes, não um modelo", justificou Király na altura.

Petr David Josek

Os dois golos de Balázs Dzsudzsák frente a Portugal, em 2016, fez dele o primeiro jogador húngaro a bisar numa fase final contra um adversário europeu desde 1964.

Pavel Golovkin

Curiosidades:

► Com 40 anos e 86 dias, Király tornou-se no jogador mais velho a participar numa fase final do Campeonato da Europa.

Bene é o único jogador húngaro a ter marcado em dois jogos diferentes num único Euro. Aconteceu na edição de 1964.

► A Hungria competiu no primeiro jogo de sempre de qualificação para o Euro, a 28 de setembro de 1958. A partida acabou com a vitória da União Soviética.

Calendário de jogos:

O Euro 2020 realiza-se entre 11 de junho e 11 de julho de 2021, depois de ter sido adiado um devido à pandemia de covid-19.

A Hungria está no Grupo F com Portugal, França e Alemanha.

Terça-feira, 15 de junho

  • Hungria - Portugal (17h00, Budapeste) - Jogo emitido na SIC

Sábado, 19 de Junho

  • Hungria - França (14h00, Budapeste)

Quarta-feira, 23 de junho

  • Alemanha - Hungria (20h00, Munique)

Fonte: UEFA

Veja também:

ESPECIAL EURO 2020