UEFA Euro 2020: Seleções e Grupos

Euro 2020. Escócia: o regresso aos grandes palcos mais de 20 anos depois

Darko Vojinovic

O perfil, o historial, momentos memoráveis e curiosidades sobre a presença da seleção escocesa no Campeonato da Europa.

A Escócia chega ao Euro 2020 após vencer dois jogos no play-off, que terminaram em penáltis. A seleção escocesa não falhou qualquer penálti.

Não estava presente em fases finais de grandes competições desde 1998. Depois de ter estado apenas em duas fases de grupos, em 1992 e 1996, a Escócia quer agora alcançar um futuro mais risonho e chegar à final, em Londres.

Selecionador: Steve Clarke

  • 57 anos;
  • Escocês;
  • Comanda a seleção desde 2019.

Scott Heppell

Convocados:

Guarda-redes: Craig Gordon (Heart of Midlothian), David Marshall (Derby), Jon McLaughlin (Rangers)

Defesas: Liam Cooper (Leeds), Declan Gallagher (Motherwell), Grant Hanley (Norwich), Jack Hendry (Celtic), Scott McKenna (Nottingham Forest), Stephen O'Donnell (Motherwell), Nathan Patterson (Rangers), Andy Robertson (Liverpool), Greg Taylor (Celtic), Kieran Tierney (Arsenal)

Médios: Stuart Armstrong (Southampton), Ryan Christie (Celtic), John Fleck (Sheffield United), Billy Gilmour (Chelsea), John McGinn (Aston Villa), Callum McGregor (Celtic), Scott McTominay (Manchester United), David Turnbull (Celtic)

Avançados: Ché Adams (Southampton), Lyndon Dykes (QPR), James Forrest (Celtic), Ryan Fraser (Newcastle United), Kevin Nisbet (Hibernian)

Melhor desempenho no Euro:

Chegou à fase de grupos de 1992 e 1996.

Presenças nas fases finais:

Duas.

Jogadores com mais golos:

  • Ally McCoist, Paul McStay, Brian McClair, Gary McAllister (1)

Momentos memoráveis:

Na final do play-off do Euro 2020, frente à Sérvia, o guarda-redes David Marshall estava tão concentrado no desempate que se esqueceu que a sua defesa ao remate de Aleksander Mitrović (penálti) já tinha garantido o apuramento. Ao fim de 22 anos, a seleção escocesa garantiu a presença na fase final de uma grande competição.

Darko Vojinovic

Mas a relação da Escócia com penáltis nem sempre foi positiva, mais concretamente no jogo contra a Inglaterra, em 1996. A perder por 1-0, a seleção escocesa podia ter feito o empate, mas Gary McAllister falhou. Logo de seguida, sofreu um novo golo e acabou por perder.

O Euro 1992 terminou cedo para a seleção escocesa. Ainda assim, os adeptos escoceses foram distinguidos com o Prémio Fair Play da UEFA, devido à sua conduta amigável e desportiva.

Curiosidades:

► Até à qualificação para a fase de grupos do Euro 2020, a Escócia não estava presente em fases finais de uma grande competição desde o Mundial de 1998.

► A Escócia chegou à fase de grupos do Euro 2020 após vencer, no play-off, Israel e a Sérvia nos penáltis. A seleção escocesa não falhou nenhum dos penáltis.

Darko Vojinovic

Calendário de jogos:

O Euro 2020 realiza-se entre 11 de junho e 11 de julho de 2021, depois de ter sido adiado um devido à pandemia de covid-19.

A Escócia está no Grupo D com Inglaterra, Croácia e República Checa.

Segunda-feira, 14 de junho

  • Escócia - República Checa (14h00, Glasgow)

Sexta-feira, 18 de junho

  • Inglaterra - Escócia (20h00, Londres)

Terça-feira, 22 de junho

  • Croácia - Escócia (20h00, Glasgow)

Fonte: UEFA

Veja também:

ESPECIAL EURO 2020